06 . 06 . 2019

Essa não é apenas uma Copa

Grandes nomes do futebol, vendas de ingressos, pessoas do mundo inteiro unidas torcendo por suas Seleções. Até então, eu poderia estar falando de 2018, mas não. Estamos em 2019 e essa não é só mais uma Copa, ela representa o empoderamento feminino através do esporte.

É a primeira vez que grandes emissoras transmitirão o evento e que teremos comentaristas mulheres! É a primeira vez que uma Copa feminina vendeu tantos ingressos e que a nossa Seleção não precisou “pegar emprestado” os uniformes do time masculino. E bom, isso é só o começo!

É claro que como mulher, eu tenho muito orgulho desse momento pois sei que é realmente histórico. Mas você provavelmente chegou aqui se perguntando: mas o que empresas tem a ver com isso? Não é só mais um evento esportivo que vai passar na TV? Se me permitir ser muito direta: NÃO!

Nós mulheres fomos excluídas de muitos espaços sociais por vários anos, décadas e até séculos. Não podíamos trabalhar fora de casa nem votar e precisávamos da autorização dos nossos pais ou maridos para viajar. Tudo isso ainda tem reflexos atualmente: pouca representação feminina em cargos de liderança, política e claro, no esporte.

Vocês sabiam que de 1941 a 1979, havia uma legislação brasileira que dizia que: “Às mulheres não se permitirá a prática de desportos incompatíveis com as condições de sua natureza”. Esta era a alegação para afirmar que mulheres não deviam jogar futebol pois isso era contra “sua natureza”.

Dito isso, posso explicar melhor porque decidimos transmitir os jogos na Wiz: mais de 70% da nossa força de trabalho é feminina, somos uma empresa signatária dos princípios de empoderamento das Mulheres da ONU, temos uma Liga da diversidade e acreditamos na igualdade de gênero como fator de inovação e de bons resultados para as empresas, com tudo isso fica cada vez mais claro que precisamos ser apoiadores desse movimento de todas as formas possíveis.

Por acreditar que a força da nossa Seleção representa a luta de muitas de nossas Wizzers, não só pela representatividade no futebol mas também pelos sacrifícios feitos em prol de algo; pelos questionamentos e ofensas por praticarem algum esporte; por não se acharem boas o suficiente só por ser mulher. Por tudo isso convocamos a Seleção Wiz pra jogar junto!

Vamos lá, começou a Copa delas, que são gigantes pela própria natureza e jogam como garotas!

Ah, não vai esquecer, tem jogo dia 09, 13 e 18/06, viu?

#CopaFemininaNaWiz

Juliana Nunes, Analista de Gente e Gestão.