28 . 06 . 2018

Dia Internacional do Orgulho LGBT+

O mês de junho é muito importante para a comunidade LGBT+. Neste mês, celebramos o orgulho de ser quem somos, de todas as batalhas vencidas e discutimos as próximas conquistas. Mas antes de falarmos sobre este tema, vamos entender: porque junho?

No dia 28 de junho de 1969, no bairro Greenwhich Village em Nova York, aconteceram diversas manifestações da comunidade LGBT+ contra ataques da polícia. Neste período existia um sistema jurídico anti-homossexual e o movimento sofria diversas retaliações além de redução de direitos. Essas manifestações começaram no bar Stonewall Inn, abrigo de pessoas transgênero, drag queens, gays e lésbicas. Desde então, nos meses de junho, celebramos quem teve a coragem de iniciar a luta por igualdade e dignidade.

Agora que sabemos quem foram os heróis da causa no passado, posso falar da minha experiência pessoal e profissional como pessoa LGBT+. E olha, não foi fácil. Desde a minha infância eu já sentia que era diferente das outras crianças e dos adultos e como eu sou de uma geração onde muitos viveram “dentro do armário”, eu não tinha com quem conversar sobre. Foram muitos anos trabalhando isto dentro de mim até o ponto que eu resolvi não me esconder mais e mostrar que não tem nada de errado em ser um LGBT+.

Na minha experiência profissional, a batalha não foi mais fácil: na verdade pelo medo de ser prejudicado por preconceito era mais complicado de lidar. Até eu conseguir ser eu mesmo foi uma longa jornada por autoconfiança e um ambiente que me deixasse à vontade.

Por isso, é fundamental discutir a questão LGBT+ no ambiente de trabalho. Imagina quantas pessoas estão trabalhando com medo de que alguém as prejudique ou quantas preconceitos ela já escutou no dia a dia (eu mesmo já escutei muito ao longo de 8 anos de carreira)? Agora, temos a capacidade de confortar essas pessoas e promover uma cultura na qual ela se identifique e seja ela mesma.

Todos os Wizzers podem fazer diferente! Podemos ajudar as pessoas LGBT+ que estão se sentindo de alguma forma, inibidas, a se sentirem confortáveis. Quem estiver lendo este texto e precisar de ajuda ou conselhos, por favor, me procure! Quem estiver lendo este texto e queira saber mais sobre nossa comunidade e nossa cultura, também me procure! A comunidade LGBT+ é incrível, acolhedora, colorida e vibrante, vocês vão amar!

Para finalizar, deixo um trecho de um de nossos vários hinos:

“Mesmo que as dificuldades da vida

Te deixem abandonada, assediada ou importunada

Exalte e ame a si mesma hoje

Pois você nasceu assim”

(Born this way – Lady Gaga)

Um ótimo dia do orgulho LGBT+ para todos!

Daniel Serpa — Analista Fiscal